quarta-feira, 4 de abril de 2018

Genebra - Retalho Interrompido

disseram-me ainda antes d' me pensar
fazer homem o talento perdura
consoant'o tempo em q' fores capaz
d'amar a solidão qué amar a tua sombra
consoant'o tempo em q' não penses
fazer-te homem.

tu chegaste enquanto jantávamos - eu ocupado
com o auto-combate d' não te ter
ouvido bater

pediste-me para dançar – respondi
q' nunca aprendi embalado
com a música q' saía
pela minha garganta fora
dando dois
goles em seco
num copo d' gin

é tónico como nunca soube dizer-t’o medo q’ tinha em não
temer-te em dias em q'estamos diferentes d’ontem
escrevendo sempre quando saías sempre q' saísses
o maior perigo é não temermos tu saías mas voltavas sempre
atrás ou              em frente
antes d’eu poder sequer pensar plantar raízes
antes d’eu poder sequer pensar fazer-me homem

GRRrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

no teu silêncio - quanta comoção (?) sem dentes - as palavras prendem-se aqui entre os teus lábios fechados no meu pensamento e o teu pensamento fechado na tua boca tornando-te tu o próprio verbo a ser conjugado na primeira pessoa [não existindo nenhuma outra]

na tua presença - expressão de quantas paisagens (?) - prevalece o fim do mundo q'o mundo conhece [e hoje todas as mulheres dos meus sonhos andam vestidas] porque o sonho não tem as medidas do mundo mas tu tens

GRRrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

eu sorria sempre tu sorrias sempre
eu não entendia nunca tu entendias sempre

depois despias-te do teu dia
hibridamente igual a todos os dias
para eu te poder ver
vestir e chamavas-me

eu sorria sempre tu sorrias sempre
eu não entendia nunca tu entendias sempre

convidavas então o meu corpo
a deitar-se
sobre o teu império a tua cama

acariciava-te e trincava-t'as costas
a teu pedido quando não me vias

- era teu
- o império
- e eu
mero tronco nu
súbdito d' todas
as tuas fantasias

GRRrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

PROCURA-SE GENEBRA c’um 1,63m d' beleza bélica ou o rumor dela murmurando noção estética PROCURA-SE GENEBRA c’um 1,63m d' beleza bélica ou o rumor dela murmurando noção estética PROCURA-SE GENEBRA c’um 1,63m d' beleza bélica ou o rumor dela murmurando noção estética PROCURA-SE GENEBRA c’um 1,63m d' beleza bélica ou o rumor dela murmurando noção estética PROCURA-SE GENEBRA c’um 1,63m d' beleza bélica ou o rumor dela murmurando noção estética PROCURA-SE GENEBRA (!!!)

GRRrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

rendido a tua pele
era a única certeza
rendido a tua pele
era a última certeza

p'ra’q' chorar s’amoré peixe de água doce é (?)

p'ra’q' chorar s’amoré uma forma de fé (?)

p'ra’q' chorar s’amoré peixe de água doce é (?)

p'ra’q' chorar s’amoré uma forma de fé (?)